Sem dúvida que há uma grande relação de dependência entre a economia e a tecnologia. Desde o século XVIII, com a revolução industrial, que houveram grandes alterações na economia de cada país. O facto de se utilizar outros equipamentos e, naturalmente, mais sofisticados e eficazes, provoca mudanças positivas na economia do país, pois permite aos empresários, produzir mais, melhor, e em menos tempo, tornando assim o produto mais barato e com melhor qualidade. No entanto, nem tudo é positivo, a utilização excessiva e não controlada da tecnologia, poderá trazer à sociedade e ao ambiente envolvente desvantagens, entre elas a poluição.



imagem1 Inês Fernandes

domingo, 11 de maio de 2008

A grande desvantagem do avanço tecnológico:desemprego

A grande desvantagem do avanço tecnológico: desemprego

Hoje em dia é quase impensável, principalmente em países desenvolvidos, vivermos sem certos objectos, que para nós nos parecem banais, mas o que é certo é que somos dependentes deles, e só nos consciencializamos disso quando nos são tirados. Simples objectos como uma escova de dentes, um comando de televisão, um ferro de engomar, um candeeiro, um comprimido...

A tecnologia satisfaz-nos bastante, mas quando analisamos “de perto” como é que são realizados os processos produtivos e as consequências que isso nos traz, podemos verificar que a maioria dos empresários apenas se preocupa com o lucro, e não se preocupa com o quanto está a prejudicar o meio envolvente. Entre muitos problemas resultantes do avanço tecnológico temos: a poluição (aquática, dos solos, atmosférica), que é o principal problema; aumento dos resíduos sólidos; a escassez dos recursos não renováveis...mas no que diz respeito à economia, a grande desvantagem é sem dúvida o desemprego tecnológico.

Hoje em dia deparamo-nos com uma grande desvalorização do homem, visto que este é substituído pelas máquinas. Com a utilização de novas tecnologias, a produção torna-se mais lucrativa para o empresário e os produtos mais concorrenciais no mercado exterior, aumentando o PIB do país, no entanto, o homem ao ser substituído fica desempregado, e isso trará, logicamente, grandes despesas para o Estado, visto que tem de subsidiar o mesmo, para além de que a taxa de poupança diminui e há menos investimentos, o que leva também a uma maior especialização do homem nas diversas áreas.

Vera Pereira

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem :)

Anónimo disse...

Me ajudou muito em um trabalho que eu precisava fazer uma redação sobre isso! :)

globalização

globalização
imagem2 Inês Fernandes